Quais são os perigos de umidificar o ambiente e como evitá-los

Quais são os perigos de umidificar o ambiente e como evitá-los

Sabe aqueles dias quentes e secos que surgem todos os anos? Algumas regiões do Brasil, como a centro-oeste e nordeste chegam a marcar 20% de umidade, ou até menos, em determinadas épocas do ano. Segundo a Organização Mundial da Saúde, a taxa de umidade do ar ideal para a saúde é entre 50% e 60%. Com isso, nesses períodos, os umidificadores de ar são utilizados com mais frequência.

Mas, o mau uso desse equipamento pode trazer perigos e, por isso, é muito importante ficar ligado nesses detalhes para não ter dor de cabeça e nem problemas de saúde. Neste artigo, selecionamos as principais informações sobre esse assunto, além de dicas valiosas que vão te auxiliar nessa missão.

Fique atento e anote tudo, assim você garantirá um ambiente com umidade controlada e o principal, um lugar mais saudável. Ficou curioso? Fique até o final!

Principais perigos de umidificar o ambiente

Não parece, mas o umidificador de ar usado por muito tempo em um ambiente pode trazer perigos para a saúde e para a sua residência também. Confira a seguir alguns desses problemas causados pelo uso exagerado do equipamento.

Aparecimento de mofo e bolor

Geralmente, as pessoas quando optam por um umidificador de ar querem um ambiente mais fresco e por conta disso, deixam o aparelho ligado por períodos mais longos. Mas essa opção de uso prolongado pode favorecer o aparecimento de mofo e bolor nas paredes do cômodo.

O mofo e o bolor, por sua vez, são prejudiciais à saúde. Normalmente, o nariz atua como uma barreira, mas quando partículas chegam ao pulmão e à garganta, podem causar problemas respiratórios. Fique atento ao percentual de umidade relativa do ambiente, pois normalmente dentro de casa a umidade não é a mesma que a UR externa.

Problemas respiratórios

Como mencionado acima, o mofo e o bolor podem ser muito prejudiciais à saúde, causando o agravamento dos sintomas de problemas respiratórios. Algumas doenças relacionadas são alergias respiratórias, rinite, asma, sinusite e doenças mais fortes como a pneumonia fúngica.

Essa última é a mais grave, pois o tratamento é pesado e difícil. Inclusive, é preciso fazer uso de remédios por um período de tempo maior. Por isso, é preciso cuidar do local e verificar com frequência as paredes e móveis para certificar que estão livres de mofo e bolor.

Aparecimento de alergias e micoses

Além dos problemas respiratórios, o contato com a umidade excessiva pode ocasionar problemas na pele, como o aparecimento de alergias e micoses. Umas das mais comuns são a pitiríase versicolor e a dermatofitose (pé-de-atleta).

Essas doenças são causadas por fungos e bactérias provenientes de ambientes muito úmidos. Caso apareçam manchas, alergias e coceiras em seu corpo, fique atento e verifique se está tendo muito contato com umidade.

Apodrecimento de madeiras

Outro perigo que a umidade do ar em excesso pode causar é o apodrecimento de móveis de madeiras e até pisos. A alta umidade pode danificar os móveis de madeiras, fazendo com que surjam rachaduras em algumas partes ou fiquem estufados e descascando.

Esses problemas podem apodrecer móveis e pisos, necessitando a troca imediata, já que isso pode ocasionar outros acidentes e até problemas de saúde.

Dano em eletrodomésticos e eletrônicos

Aparelhos eletrodomésticos e eletrônicos também podem ser atingidos e danificados pela umidade de ar em excesso. Caso o umidificador de ar fique próximo desses aparelhos, o risco de estragar é alto.

O umidificador de ar ao ser usado em excesso, pode soltar gotículas e névoas no ambiente, podendo molhar aparelhos instalados em escritórios, quartos e cozinhas, ou seja, é preciso manter distante aparelhos que precisem de energia e compartimentos para o seu funcionamento.

Como controlar a umidade do ar sem perigos?

Vistos os perigos que o uso do umidificador de ar pode causar nos cômodos e na sua saúde, confira agora algumas dicas de como controlar a umidade do ambiente sem causar danos. Anote tudo e faça isso em casa!

Use um desumidificador de ar em seus cômodos

Muitos desconhecem a existência dos desumidificadores de ar. No entanto, eles são a chave para fazer o adequado controle de umidade do ambiente.

Assim, você garante uma umidade dentro do nível ideal para a saúde das pessoas e também para a preservação dos móveis.

Entre as vantagens de adquirir um desumidificador estão:

  • Prevenção e combate aos focos de umidade
  • Proteção contra as ações do mofo e do bolor
  • Garantia da qualidade do ar

Lembre-se que a limpeza do filtro do desumidificador Desidrat é essencial e deve ser feita com frequência, evitando o acúmulo de sujeiras e partículas em suspensão.

Quer retirar todo o excesso de umidade da sua casa? Entre em contato agora mesmo com um dos consultores da Thermomatic e saiba mais!

Caso em sua residência você identifique o ar muito seco e entenda que o uso de um umidificador de ar é para você, não deixe de conhecer os 10 melhores umidificadores de ar de 2022 e saiba qual modelo escolher para usar em conjunto com o seu desumidificador.

Atente-se aos perigos de umidificar o ambiente e controle os níveis de umidade da sua casa sem riscos.

Vimos que a umidade do ar em excesso pode trazer alguns perigos para nossa saúde, nossa pele e nossa casa. Por isso, é preciso tomar cuidado em relação ao uso do umidificador e explorar o desumidificador, para fazer o real controle da umidade, mantendo os níveis de acordo com o que a OMS recomenda para residências, entre 50% e 60%.

Para mais dicas para facilitar o seu cotidiano, acesse: Portal Vida Livre.

*Conteúdo escrito por Portal Vida Livre



WhatsApp Chat WhatsApp Chat