5 curiosidades sobre a rinite alérgica

 5 curiosidades sobre a rinite alérgica

Você sabia que cerca de 30% da população sofre de algum tipo de alergia respiratória e que uma das principais é a rinite alérgica? Coriza, coceira nos olhos e nariz, e alta frequência de espirros são os principais sintomas da doença que causa a inflamação da mucosa nasal.

Além destes problemas, a rinite ainda desencadeia outros desconfortos em algumas pessoas, como otites, sinusites, roncos, etc. Conheça 5 curiosidades sobre a rinite alérgica e saiba mais sobre a doença:

1. A rinite alérgica pode afetar a posição dos dentes

Eis um fato muito curioso sobre essa doença: ela pode levar a alterações no posicionamento dentário de crianças. Isso se deve ao fato de que a rinite alérgica causa obstrução nasal e pode afetar o osso alveolar na região nasal, causando desarmonia no processo de nascimento dos dentes. 

Por isso, o diagnóstico precoce e tratamento correto da doença é de extrema importância.

 2. Existem vários tipos de rinite diferentes

Apesar de a rinite alérgica ser a mais conhecida, existem vários outros tipos que são classificados conforme o agente causador da crise, como:

  • Rinite medicamentosa – propiciada pelo uso de fármacos;
  • Rinite irritativa – provocada por fatores como poeira, poluição, cigarro, etc.;
  • Rinite vasomotora – causada pela alteração de temperatura, razões hormonais e outros fatores;
  • Rinite mista – desencadeada por mais de um agente irritante

 3. O consumo de leite pode piorar os sintomas da rinite

Você já ouviu falar que quem tem rinite não pode beber leite? Pois é, se você sofre com essa doença, é recomendado reduzir o consumo de leite no dia a dia.

Isso porque o leite é rico em macromoléculas de uma proteína chamada caseína, que irrita o sistema imunológico causando uma reação alérgica, o que ocasiona em produção de muco, piorando os sintomas da rinite.

4. A rinite não é uma doença contagiosa

Na presença de uma pessoa com crise de rinite, a princípio pode parecer que se trata de uma doença contagiosa. Mero engano, a rinite não é contagiosa, portanto, o contato com um portador deve ser absolutamente normal. 

Embora os sintomas da rinite se assemelham muito aos da gripe, é possível diferenciá-los através da produção de muco, que se manifesta mais claro e menos espesso, e da ausência de dores musculares e febre no caso de rinite.

5. As crises de rinite alérgica podem ser evitadas!

Boa notícia para quem sofre com rinite: as crises alérgicas podem diminuir a frequência e até ser prevenidas. Veja algumas providências simples que podem ajudar quando o assunto é rinite alérgica:

  • Substituir a vassoura pelo aspirador de pó;
  • Usar pano úmido para a limpeza;
  • Tapetes, carpetes e cortinas que acumulam pó devem ser evitados;
  • Substituir o cobertor de lã pelo edredom;
  • Evitar o uso frequente do ar condicionado;
  • Realizar lavagem nasal com soro fisiológico ou água.

Dentre as medidas que podem ser adotadas para se evitar os incômodos da rinite está o uso de desumidificadores. Nesta questão, um forte aliado são os desumidificadores Desidrat. 

O Desidrat é um equipamento eficaz para eliminar inimigos potenciais como fungos (responsáveis pelo mofo e bolor) e os ácaros, que desencadeiam crises alérgicas. Além disso, retém outros agentes irritantes em seu filtro, como poeira, pólen e pelos de animais, melhorando a qualidade do ar para alérgicos.

Rinite alérgica não tem cura, mas uma pessoa pode perfeitamente viver com ela controlada e ter, assim, qualidade de vida. Garanta um ar mais saudável para toda a família com o Desidrat.

 



Related Products

WhatsApp Chat WhatsApp Chat